fbpx

A “contradição” do jornal El País sobre o discurso de Bolsonaro

Uma situação curiosa aconteceu na manhã desta quarta-feira (23) envolvendo o jornal espanhol El País. Fundado em 1976, no período de transição para a democracia, após o fim do Franquismo, o jornal El País é de propriedade do Grupo PRISA e conta com uma média de quase 500.000 exemplares diários publicados, sendo o jornal com a maior tiragem da Espanha.

Na internet, o portal do “El País” é o 13º site mais acessado da Espanha, segundo informações do site “Alexa”.

Uma rápida leitura no site do El País Brasil é possível identificar o seu viés esquerdista e crítico ao governo de Jair Bolsonaro. Acontece que, no entanto, a versão espanhola do site aparenta tentar passar uma imagem positiva do novo presidente do Brasil para os investidores europeus.

Foi possível identificar este posicionamento do veículo de comunicação em matérias publicadas nesta quarta-feira (23) pela enviada espacial Alicia González sobre o discurso de Bolsonaro no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

Apesar do conteúdo do texto ser exatamente o mesmo, o jornal optou por adotar dois títulos diferentes: um para a versão brasileira, outro pra versão espanhola.

“O breve discurso de Bolsonaro decepciona em Davos“, diz o título da matéria publicada no Brasil.

“Bolsonaro encoraja executivos de Davos a investir no novo Brasil“, diz o título da matéria publicada na Espanha.

A falta de capacidade de transmitir a informação para a população sem se deixar afetar por ideologias é um dos fatores que estão conduzindo os veículos de comunicação da mídia tradicional ao fundo do poço.

Pelo twitter, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, também apontou a “contradição” do jornal na escolha das manchetes de suas matérias.

https://twitter.com/BolsonaroSP/status/1087985977434562561