fbpx

Band tem parceria antiga com a mídia estatal da China

Uma das atrações que estreou recentemente nos canais BandNews TV e Arte 1 foi a série “Frases Clássicas Citadas pelo Presidente Xi Jinping”.

Um editorial publicado pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação, nesta sexta-feira (20), durante exibição do “Jornal da Band”, chamou a atenção e segue repercutindo nas redes sociais.

A emissora brasileira teceu duras críticas ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que foi chamado de “idiota”, e ao deputado federal Eduardo Bolsonaro, que foi classificado como “irresponsável”.

A mensagem da Band é uma resposta ao atrito recente envolvendo o Embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, e o filho do presidente da República, Jair Bolsonaro, acerca da origem da nova variante de coronavírus, que já deixou milhares de mortos mundo afora.

O posicionamento do Grupo Bandeirantes não é surpreendente.

Afinal, em novembro de 2019, a emissora assinou um acordo de cooperação com o China Media Group, que reúne os principais veículos de comunicação chineses, amplamente controlados pelo regime comunista de Xi Jinping.

“O contrato prevê produções conjuntas e compartilhamento de conteúdo com o objetivo de promover o desenvolvimento das relações entre as duas nações”, diz o site da Band.

Uma das atrações que já estreou recentemente nos canais BandNews TV e Arte 1 foi a série “Frases Clássicas Citadas pelo Presidente Xi Jinping”.

Durante o evento, realizado na sede da emissora, na zona sul de São Paulo, o presidente do grupo, João Carlos Saad, enfatizou a importância da parceria:

“Agora temos a oportunidade de mostrar para os chineses quem somos no dia a dia e conhecer a produção deles diariamente também. É uma aliança muito interessante. Assisti alguns programas e fiquei impressionado. Temos muita coisa para fazer e muito entrosamento.”

O China Media Group foi formalmente estabelecido em 19 de abril de 2018. A empresa opera 47 canais de televisão, dos quais sete deles são internacionais.

Apesar do novo contrato assinado no ano passado, a relação da Band com os veículos estatais da China é mais antiga, vem desde os tempos dos governos do Partido dos Trabalhadores (PT).

Em abril de 2011, o Grupo Bandeirantes e a emissora estatal chinesa CCTV fecharam um acordo para compartilhamento de conteúdo jornalístico, como você pode conferir em reportagem da própria emissora.

Band chama chanceler do Brasil de ‘idiota’ ao sair em defesa da China

“A provocação desnecessária de um deputado irresponsável, seguida por um chanceler idiotizado”, diz Band. O Grupo Bandeirantes divulgou, nesta sexta-feira (20), durante o “Jornal da Band”, um editorial com duras críticas ao ministro brasileiro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e ao deputado federal Eduardo Bolsonaro.

A emissora criticou as declarações de Eduardo sobre a origem da pandemia de coronavírus e as do chanceler brasileiro, que repudiaram os comentários agressivos do embaixador da China.

O editorial foi lido pelo jornalista Eduardo Oinegue, que já iniciou fazendo duras críticas ao filho do presidente da República, Jair Bolsonaro e ao chefe do Itamaraty:

“A provocação desnecessária de um deputado irresponsável, seguida por um chanceler idiotizado, uma espécie de avesso do Barão de Rio Branco, colocou o Brasil em conflito com seu maior parceiro comercial, pura inépcia. O chefe da diplomacia, que teria como missão zelar pelos interesses do país, torna-se assim, um obstáculo, talvez o maior no caminho de nossas relações com a China.”

O chanceler Araújo foi alvo de duras críticas:

“O lamentável chanceler realiza essa proeza de inverter seu papel numa demonstração clara de que é incapaz de responder pelo cargo que lhe deram. Exigir, como ele exigiu, que o embaixador chinês se retratasse depois de reagir ao destempero do deputado é uma atitude descabida que prova a inconsciência de um diplomata despreparado”.

O Grupo Bandeirantes classificou a atitude como equivocada em relação à parceria entre Brasil e China:

“Uma atitude de desprezo pela amizade e respeito do Brasil por um povo que neste momento mostra sua tenacidade numa luta eficiente contra o coronavírus, exatamente o contrário do que conseguem enxergar o deputado imaturo e o chanceler inepto.”

Ainda no editorial, o jornalista encerrou rotulando Araújo de “idiota” e fazendo uma pergunta de forma enfática:

“Por quanto tempo veremos um idiota ocupar a cadeira de Rio Branco, Afonso Arinas e Santiago Dantas? Essa é a opinião do grupo Bandeirantes de Comunicação.”

Em novembro de 2019, o Grupo Bandeirantes assinou um acordo de cooperação com o China Media Group, que reúne os principais veículos de comunicação chineses, amplamente controlados pelo regime comunista de Xi Jinping.

Você pode conferir a íntegra do editorial da Band no vídeo abaixo: