fbpx

Censura comunista na China facilitou proliferação do coronavírus

Pesquisa indica que o total de casos na China teria sido 86% menor se as medidas de contenção tivessem sido tomadas semanas antes.

A ONG “Repórteres sem Fronteiras” fez um levantamento de diversas situações em que o regime comunista da China impediu profissionais da imprensa e usuários de redes sociais de repassar informações sobre a nova variante de coronavírus.

Em um comunicado divulgado nesta terça-feira (24), a ONG afirma:

“Sem o controle e a censura impostos pelas autoridades, a mídia chinesa teria informado muito antes à população sobre a gravidade da epidemia, salvando milhares de vidas e possivelmente evitando a atual pandemia.”

A organização, que tem sede na França, cita um estudo da Universidade de Southampton para justificar seu posicionamento.

De acordo com a pesquisa, o total de casos na China teria sido 86% menor se as medidas de contenção, iniciadas no dia 20 de janeiro, tivessem sido tomadas duas semanas antes, destaca o jornal Folha.

Assista ao vídeo abaixo.

1
Olá Salatino. Estou entrando em contato através do WhatsApp disponível em seu site luizsalatino.com.br. Desejo receber em primeira mão todas as notícias e informações relacionadas no seu site. Segue abaixo meu nome e minha cidade.
Powered by