fbpx

Coronavírus segue destruindo setor varejista do Brasil

Grandes empresas varejistas do Brasil perderam R$ 68,5 bilhões em valor desde o início da crise do coronavírus.

Os efeitos nocivos da pandemia do novo coronavírus no Brasil não estão prejudicando apenas o sistema de saúde do país, mas também atingiram em cheio o setor varejista.

Até a quarta-feira (25), as redes Via Varejo, Guararapes, Riachuelo, Grupo Renner, Magazine Luiza, C&A Modas, Lojas Marisa, Lojas Americanas, SBF/Centauro e Hering interromperam as atividades de 4.065 lojas.

Ao todo, essas empresas empregam 171,5 mil funcionários. Não há informação de quantos estão parados, destaca o site Poder360.

As ações das empresas também sofreram depreciação. Ontem, as grandes redes do varejo registravam na B3 (principal índice da Bolsa do país) uma queda de R$ 68,5 bilhões — cerca de 31,44% — em seus valores de mercado em comparação a 28 de fevereiro, dia em que foi diagnosticado o primeiro caso de Covid-19 no Brasil.

1
Olá Salatino. Estou entrando em contato através do WhatsApp disponível em seu site luizsalatino.com.br. Desejo receber em primeira mão todas as notícias e informações relacionadas no seu site. Segue abaixo meu nome e minha cidade.
Powered by