fbpx

Grécia ignora Huawei e escolhe Ericsson para aplicar 5G

“5G é o futuro das telecomunicações”, disse Michael Tsamaz, CEO da grega Cosmote.

Uma decisão tomada meses atrás por gigante tecnológica da Grécia sobre a rede 5G teve repercussão quase nula na imprensa brasileira, mas pode terminar influenciando outras nações.

Em um comunicado publicado, nesta quarta-feira (25), o chanceler dos Estados Unidos, Mike Pompeo, afirmou que a Grécia concordou em usar a Ericsson em vez da Huawei para desenvolver sua infraestrutura 5G.

“Os países estão permitindo apenas fornecedores confiáveis em suas redes 5G”, disse Pompeo, enfatizando que a gigante chinesa Huawei está perdendo clientes por causa da falta de transparência.

Em um importante anúncio para modernização das redes, a Ericsson foi selecionada como a única fornecedora responsável pela rede 5G da Cosmote.

A Cosmote é a maior operadora de rede móvel da Grécia. Com sede na capital Atenas, a empresa é uma subsidiária integral da Hellenic Telecommunications Organization, o fornecedor de telecomunicações existente no território grego.

Leia também: