fbpx

Moro celebra suspensão do juiz de garantias

Toffoli suspendeu a aplicação do juiz de garantias por um período de 180 dias. Moro celebrou a decisão.

Sergio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública, celebrou, nesta quarta-feira (15), a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, de adiar em 6 meses a implantação do juiz de garantias.

Em mensagem no Twitter, Moro ponderou que, apesar de ser contra a criação do juiz de garantias, considera a decisão de Toffoli “positiva”, pois oferece mais tempo para a discussão do instituto.

O ministro ainda destacou a possibilidade de “correção” de “alguns equívocos da Câmara”.

Moro também achou “positivo […] o entendimento de que o instituto do juiz de garantia não seria aplicável em determinados processos (de competência originária dos Tribunais, Júri, Eleitoral e violência doméstica)”.

1
Olá Salatino. Estou entrando em contato através do WhatsApp disponível em seu site luizsalatino.com.br. Desejo receber em primeira mão todas as notícias e informações relacionadas no seu site. Segue abaixo meu nome e minha cidade.
Powered by