fbpx

Paulo Pimenta acusado de aplicar golpe contra produtores rurais do RS

A denúncia foi feita pelo primo do próprio deputado petista Paulo Pimenta. Ele é acusado de operar esquema de fraude na fronteira do Rio Grande do Sul.

O primo de Paulo Pimenta acusou o parlamentar do PT de operar um esquema de fraude na fronteira do Rio Grande do Sul.

Em entrevista à “RBS TV“, o médico veterinário Antônio Mário Pimenta afirmou que o deputado petista era operador de um sistema que lesou produtores rurais da cidade de São Borja em pelo menos R$ 12 milhões.


O Laranja: Antônio Mário Pimenta (Primo de Paulo Pimenta)

Arrozeiros do município alegam ter sofrido o golpe após vender a produção para uma arrozeira. Entregaram os cereais, mas não receberam o pagamento, informa o “G1“.

Ao cobrarem a dívida do administrador da arrozeira, o veterinário Mário Pimenta, 53 anos, os produtores ouviram que o verdadeiro dono da empresa seria o primo dele, o deputado federal Pimenta, líder do PT na Câmara dos Deputados.

Paulo Pimenta é investigado por estelionato no Supremo Tribunal Federal (STF) desde 2012.

Segundo o “Gaúcha ZH“, um parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) afirma existir “indícios que apontam para o deputado federal como o verdadeiro proprietário da arrozeira, ou, ao menos, como quem mantinha com a citada empresa algum grau de vinculação que o faça também responsável pelas fraudes noticiadas”.