fbpx

PF prende ex-ministro do governo Lula por desvios e propinas

Lava Jato procura 12 por desvios na Eletronuclear e mira em ex-ministro de Lula.

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira (25), a operação “Fiat Lux”, novo desdobramento da “Lava Jato” no Rio de Janeiro.

A operação mira responsáveis por contratos fraudulentos e pagamento de propina na Eletronuclear.

Entre os alvos da investigação está Silas Rondeau (MDB), ex-ministro Minas e Energia do governo Lula.

Agentes cumpriram 17 mandados de busca e apreensão e 12 de prisão temporária nos Estados do Rio, São Paulo e no Distrito Federal.

A corporação indicou ainda que a operação teve como base a colaboração premiada de dois lobistas ligados ao MDB, Jorge Luz e Bruno Luz, que foram presos em 2017 na operação “Blackout”, 38ª fase da Lava Jato, por ordem do ex-juiz Sérgio Moro, à época na 13ª Vara Federal de Curitiba.