fbpx

Polícia investiga ONGs acusadas de iniciar queimadas no Pará

Policiais investigam ONGs acusadas de inciar incêndios na região de Santarém, no Pará.

A Polícia Civil do Pará cumpriu, nesta terça-feira (26), quatro mandados de prisão preventiva no âmbito da operação Fogo do Sairé.

A operação apura a origem dos incêndios que atingiram a região de Alter do Chão, em Santarém, em setembro deste ano.

O fogo, que consumiu uma área gigantesca, levou quatro dias para ser debelado por brigadistas e bombeiros.

Uma investigação de dois meses da Polícia Civil apontou indícios de que ONGs, entre elas a Brigada de Incêndio de Alter do Chão, tenham atuado como causadoras das queimadas, informa o jornal Folha de S.Paulo.

Foram presos Daniel Gutierrez Govino, João Victor Pereira Romano, Gustavo de Almeida Fernandes e Marcelo Aron Cwerner. Também foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão.

Um dos mandados de busca foi cumprido na sede do Projeto Saúde e Alegria, uma ONG que já recebeu vários prêmios por sua atuação na Amazônia.

Leia também:

1
Olá Salatino. Estou entrando em contato através do WhatsApp disponível em seu site luizsalatino.com.br. Desejo receber em primeira mão todas as notícias e informações relacionadas no seu site. Segue abaixo meu nome e minha cidade.
Powered by