fbpx

“Quem cuida da Amazônia brasileira é o Brasil”, afirmou o general Heleno

“Quem cuida da Amazônia brasileira é o Brasil”, afirmou o general Heleno sobre Sínodo convocado pelo Vaticano.

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, disse nesta terça-feira (12) que ONGs estrangeiras e chefes de estado de outros países não devem dar “palpite” na Amazônia do Brasil.

Questionado por jornalistas sobre quais seriam as preocupações do governo Jair Bolsonaro com o Sínodo da Amazônia, que será realizado pela Igreja Católica em outubro, no Vaticano, o general Heleno respondeu:

“A preocupação é que tem algumas coisas na pauta do Sínodo que são assuntos de interesse do Brasil e quem cuida da Amazônia brasileira é o Brasil. Não tem que ter palpite de ONG estrangeira, não tem que ter palpite de chefe de estado estrangeiro.”

Segundo o UOL, o ministro-chefe do GSI acrescentou:

“O Brasil não dá palpite sobre o deserto do Saara, nem no Alasca. Cada país cuida da sua soberania.”